Porto Alegre, RS - 05/07/2018 SMS, através da CGVS/EVDT, realiza bloqueio vacinal por suspeita de sarampo. Local: Cristal Tower - 17º andar Foto: Cristine Rochol/PMPA

A vacina contra o sarampo já está disponível nas unidades de saúde de Porto Alegre

FONTE: O SUL

Diante de casos de sarampo em Porto Alegre, a SMS (Secretaria Municipal de Saúde) informa que a vacina é a melhor forma de prevenção e está disponível nas unidades de saúde do município, para a faixa etária a partir dos 12 meses até os 49 anos. A vacina contra o sarampo é a tríplice viral, que protege também contra a caxumba e a rubéola. Em caso de dúvida, a orientação é procurar uma unidade de saúde, preferencialmente com a carteira de vacinas.

Durante a semana, técnicos da Equipe de Vigilância das Doenças Transmissíveis da Coordenadoria-Geral de Vigilância em Saúde realizaram quatro bloqueios vacinais em escolas e locais de trabalho, totalizando mais de 200 atendimentos, entre aplicação de vacinas, verificação da situação vacinal e orientações em casos de contato com suspeita de sarampo. Como orientação geral, todo indivíduo que, independente da idade e situação vacinal, apresente febre e exantema (manchas vermelhas no corpo), acompanhados de um ou mais dos seguintes sintomas: tosse, coriza e/ou conjuntivite, deve procurar atendimento em serviço de saúde para ser avaliado.

Alerta aos profissionais

O novo alerta emitido pela Coordenadoria-Geral de Vigilância em Saúde a serviços da rede reitera que foram confirmados cinco casos de sarampo na Capital. Informa ainda que são investigados mais oito casos suspeitos, todos residentes em Porto Alegre. O documento destaca a necessidade de que qualquer caso suspeito seja notificado rapidamente pelo profissional de saúde à Equipe de Vigilância em Doenças Transmissíveis da SMS. Isso possibilitará que as medidas de controle sejam realizadas oportunamente, interrompendo a cadeia de transmissão. O alerta informa que a Europa enfrenta surto de sarampo desde 2016, como também as Américas. No Brasil, já foram confirmados 351 casos: Roraima (200, com dois óbitos), Amazonas (143) e Rio Grande do Sul (7).

Vacaria

O Centro Estadual de Vigilância em Saúde do Rio Grande do Sul confirmou na terça-feira (3) um caso de sarampo no município de Vacaria. Trata-se de uma mulher, de 29 anos, que teve contato com um dos casos que já foram confirmados em Porto Alegre anteriormente. Com ela, são sete as confirmações de sarampo no Estado este ano, todos considerados importados. Um outro caso suspeita da doença, em Porto Alegre, segue em investigação.

Casos de sarampo em 2018 no RS:

1 – A primeira notificação, em março, foi de criança de um ano de idade, não vacinada, da cidade São Luiz Gonzaga, que se contaminou em viagem à Europa, local onde está ocorrendo um surto da doença.

2 – A segunda confirmação foi de uma estudante de 25 anos, de Porto Alegre, que esteve em Manaus, onde também registra surto de sarampo.

3, 4, 5 e 6 – Quatro moradores de Porto Alegre vinculados ao caso 2.

7 – Mulher de 29 anos, residente de Vacaria, vinculada a algum dos casos de Porto Alegre.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.