Após perseguição e troca de tiros, a polícia prendeu parte da quadrilha que explodiu um carro-forte e fez uma pessoa refém na Serra Gaúcha.

FONTE O SUL//Durante a tarde e a manhã desta terça-feira (6), equipes da PRF (Polícia Rodoviária Federal), da Brigada Militar e da Polícia Civil realizaram buscas e efetuaram a prisão de três integrantes de uma quadrilha que havia assaltado um carro-forte pela manhã no quilômetro 181 da BR-470, em Bento Gonçalves, na Serra Gaúcha.

Segundo informações da PRF, os assaltantes bloquearam a rodovia utilizando diversos carros, inclusive um que fora adaptado e blindado, com uma metralhadora calibre .50, de uso exclusivo das forças armadas. Após atirarem contra o carro-forte, conseguiram roubar diversos sacos com dinheiro e fugiram.

As forças de segurança começaram buscas na região e, próximo do município de Monte Belo do Sul, dois homens foram presos após reagir à prisão atirando contra os policiais. Um dos assaltantes foi baleado na perna. Um terceiro fez uma mulher de refém em um restaurante que fica às margens de uma estada rural. Após o cerco policial e negociações, a vítima foi libertada sem ferimentos.

Conforme a PRF, “foi recuperada uma grande quantidade de dinheiro, além de duas espingardas calibres .12, um fuzil .762, um fuzil .556 e uma metralhadora .50, coletes à prova de tiros, rádios comunicadores e explosivos”.

À tarde, a BR-470 foi totalmente bloqueada no quilômetro 198 e só foi liberada após cerca de duas horas depois, com a conclusão da perícia e a remoção dos veículos envolvidos no assalto.

Até a noite desta terça-feira, apenas os três homens haviam sido presos. Há suspeitas de que a quadrilha seja maior, por isto, as buscas continuaram na região, informou a PRF.

O chefe da delegacia da PRF em Bento Gonçalves, Lucas Martins, salientou “a importância da pronta reação das forças de segurança e a integração de ações, que garantiram o sucesso da operação”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.