Bacia do Rio dos Sinos precisa de R$ 6 bilhões em investimentos

FONTE CORREIO DO POVO//No dia Mundial da Água (22 de março), a direção do Pró-Sinos – Consórcio Público de Saneamento da Bacia Hidrográfica do Rio dos Sinos, com sede em São Leopoldo, apresentou dados preocupantes sobre a qualidade da água do manancial, que banha 32 cidades. “Queremos fazer um convite à indignação para que, juntos, municípios e sociedade, possamos reverter esse quadro que fará ser, em duas décadas, a bacia mais poluída do país se não houver mobilização de todos para execução dos planos de saneamento de cada cidade”, disse o diretor-geral do Pró-Sinos, Oscar Gilberto Escher. Conforme ele, a bacia hidrográfica precisará de R$ 6 bilhões em investimentos, nos próximos 20 anos, para conseguir deixar de ser a quarta mais poluída do Brasil.

Uma das propostas é a criação de um plano regional de saneamento para facilitar a captação de recursos e execução de obras. O documento terá como eixos de atuação drenagem e manejo das águas, abastecimento à população, esgotamento sanitário e a questão dos resíduos sólidos. Criado em outubro de 2006, após um dos mais graves desastres ambientais do Estado, a mortandade de mais de 1 milhão de peixes no rio, o Pró-Sinos atua pela recuperação ambiental da bacia. O consórcio é formado por 26 dos 32 municípios banhados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.