Bolsonaro encomendou a seus futuros ministros que apresentem uma lista de sugestões de primeiras medidas que pretendem implementar no início do ano que vem

FONTE: O SUL

O presidente eleito Jair Bolsonaro encomendou a seus futuros ministros que apresentem uma lista de sugestões de primeiras medidas que pretendem implementar no início do ano que vem. As propostas serão discutidas na reunião ministerial agendada para esta quarta-feira (19), em Brasília.

“O presidente Jair Bolsonaro pediu a seus ministros para levarem na reunião as primeiras medidas que estão planejando para serem anunciadas logo no início do governo. Com essa lista, o presidente vai analisar as propostas e decidir quais devem ser implementadas de imediato”, disse o futuro ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni.

Segundo ele, a ideia é o governo começar a todo vapor, cumprindo as promessas feitas durante a campanha eleitoral para atender às expectativas e esperanças da população em relação ao mandato de Bolsonaro.

A reunião desta quarta-feira será a primeira do presidente eleito depois que ele fechou seu grupo de ministros, composto por 22 integrantes de primeiro escalão. O desenho da nova estrutura está sendo finalizado e deve ser enviado por medida provisória logo no dia 1º de janeiro. Depois, por decreto, as verbas das pastas extintas serão transferidas para as novas.

Serra do Sol

Bolsonaro disse na segunda-feira (17) que a Terra Indígena Raposa Serra do Sol, em Roraima, pode ser explorada e que as tribos indígenas receberiam royalties por isso. Segundo o futuro presidente, é preciso explorar a área de “forma racional”.

Bolsonaro fez a afirmação após inaugurar o terceiro colégio militar do estado do Rio de Janeiro, no município de Duque de Caxias, que recebeu o nome de Percy Geraldo Bolsonaro, em homenagem ao seu pai, falecido em 1995.

“É a área mais rica do mundo. Você tem como explorar de forma racional. E no lado do índio, dando royalty e integrando o índio à sociedade”, disse Bolsonaro, referindo-se à terra indígena.

A Raposa Serra do Sol foi identificada pela Fundação Nacional do Índio (Funai) nos anos 1990, demarcada no governo de Fernando Henrique Cardoso (1995-2003) e homologada em 2005, pelo seu sucessor, Luiz Inácio Lula da Silva.

Em 2017, a AGU (Advocacia-Geral da União) anunciou que todos os órgãos do governo federal deverão adotar o entendimento firmado no julgamento do STF (Supremo Tribunal Federal) sobre a Terra Indígena Raposa Serra do Sol nos processos de demarcação de terras indígenas.

Economista

O economista Fernando de Hollanda Barbosa Filho, pesquisador do Ibre/FGV (Fundação Getulio Vargas), foi escalado para assumir a Secretaria de Políticas Públicas de Emprego no governo Jair Bolsonaro.

Com isso, ele terá como missão redesenhar todas as ações do governo para qualificação de mão de obra, além da rede de intermediação do trabalho, a rede Sine (Sistema Nacional de Empregos).

O nome dele foi confirmado pelo secretário especial de Produtividade, Emprego e Competitividade, Carlos da Costa, que já disse que pretende rever toda a atual política pública de incentivo à geração de empregos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.