Câmara de São Leopoldo debate assédio sexual no transporte público

FONTE G1//Audiência pública sobre os casos de assédio sofridos por mulheres no transporte coletivo em São Leopoldo ocorre às 19h desta quarta-feira, na Câmara Municipal. No evento, de iniciativa da vereadora Edite Lisboa, a Cigana, será apresentado projeto de lei dela que cria o programa de combate ao assédio sexual no transporte coletivo e cuja votação deve acontecer nas próximas semanas.

“Com essa lei, criaremos campanhas educativas, por meio de cartazes e redes sociais, em parceria com as empresas de transporte. Precisamos encorajar as mulheres para que denunciem as situações pelas quais passam, o que muitas vezes acaba não ocorrendo por medo e vergonha”, disse a vereadora Edite.

Na audiência, haverá espaço para mulheres fazerem relatos, assim como para a fala de membros da Brigada Militar, Polícia Civil, Ordem dos Advogados do Brasil e Secretaria Municipal de Políticas para as Mulheres. Usuária do transporte coletivo, a cabeleireira Rosaura Martins diz que nunca sofreu assédio, mas conta que se sente mais segura quando está próxima de outras mulheres. “E sempre oriento minha filha, que é adolescente, a ter alguns cuidados também.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.