Em busca de investimentos, o governador gaúcho conversou com mais uma empresa de fora do Estado. Desta vez, o alvo principal foi o grupo Petrópolis, dono da cerveja Itaipava

FONTE: O SUL
Em visita a São Paulo, na manhã dessa segunda-feira o governador Eduardo Leite esteve no principal complexo industrial do grupo Petrópolis (dona da marca Itaipava), localizado no município de Boituva, a 120 quilômetros da capital paulista. Além de conhecer a estrutura, Leite se reuniu com o fundador-presidente, Walter Faria, e outros membros da diretoria.

Na pauta, possíveis investimentos do grupo no Rio Grande do Sul. Para isso, o chefe do Executivo gaúcho listou uma série de vantagens econômicas, geográficas e estratégicas do Estado: “Estamos apostando na agenda do desenvolvimento, buscando atrair novos investidores, além de oferecer as condições para os que já investem, a fim de que pretendam ficar”.

Com um nome inspirado na cidade em que foi fundado, na região serrana do Rio de Janeiro, o grupo Petrópolis se apresenta como “a maior empresa de capital 100% nacional do setor”. Em suas linhas de produção, as cervejas Itaipava, Petra, Crystal, Lokal, Black Princess e Weltenburger, bem como a vodka Nordka, o coquetel Blue Spirit Ice e bebidas não alcoólicas como a água Petra e os energéticos Magneto e TNT.

Atualmente, o conglomerado conta com sete fábricas, instaladas em Petrópolis (RJ), Teresópolis (RJ), Boituva (SP), Bragança Paulista (SP), Rondonópolis (MT), Alagoinhas (BA) e Itapissuma (PE) e centros de distribuição. Produz as marcas de cerveja Crystal, Lokal, Itaipava, Black Princess, Petra e , os energéticos TNT Energy Drink e Magneto, o isotônico Ironage, as vodkas Blue Spirit Ice e Nordka e a água Petra.

Natura

À tarde, Eduardo Leite se reuniu com representantes de organizações do setor privado, a fim de discutir a possibilidade de que essas instituições terceiro setor apoiem políticas públicas na área da educação no Rio Grande do Sul. O encontro foi realizado na sede do Instituto Natura, na capital paulista.

O secretário gaúcho da Educação, Faisal Karam, aproveitou a ocasião para apresentar dados e índices do ensino nos estabelecimentos gaúchos, destacando políticas públicas que podem se valer do apoio dessas entidades. Conforme o Palácio Piratini, as tratativas entre com entidades vêm ocorrendo há algumas semanas.

O encontro contou com a presença do diretor-presidente do Instituto Natura, David Saad, da presidente-executiva da organização civil “Todos Pela Educação”, Priscila Cruz (acompanhada do diretor de políticas educacionais da entiade, Olavo Nogueira) e da diretora do Itaú-BBA, Ana Inoue, além do diretor-executivo da Fundação Lemann, Denis Mizne.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.