Garotos do Grêmio saem na frente, mas cedem empate ao São Luiz.

FONTE CORREIO DO POVO//Os garotos do Grêmio tiveram uma atuação competitiva e flertaram com a vitória, mas os três pontos escaparam nos minutos finais do confronto com o São Luiz de Ijuí. A expulsão do experiente Paulo Miranda complicou a vida dos gremistas e o 1 a 1 veio aos 45 minutos da etapa final, depois dos donos da casa terem um pênalti negado pela arbitragem.

Nesta quinta-feira, o grupo principal se apresenta em Porto Alegre. Para sábado, contudo, ainda é com o grupo de transição que o Grêmio enfrentará o Caxias, na Arena, pela segunda rodada do Gauchão.

Os primeiro minutos mostraram os jovens do Tricolor com algum nervosismo, enquanto os donos da casa pressionavam. Bruno Grassi foi importante para manter a segurança embaixo da meta nos primeiros 15 minutos. Na metade final da etapa, porém, a gurizada se encontrou e buscou vantagem no placar.

O goleiro gremista, por sinal, foi exigido logo aos dois minutos. Márcio Goiano foi lançado pela esquerda, invadiu a área e chutou cruzado, mas parou nas mãos do arqueiro. O garoto Lima deu a resposta quatro minutos depois. Ele tabelou na esquerda, e driblou dois marcadores antes de chutar forte, tirando tinta do poste esquerdo.

Grêmio avança e abre o placar

Éder e Gustavo Xuxa eram as principais ameaças do São Luiz, mas conseguiram principalmente chutes de fora da área, sem acertar a mira. Aí, o Grêmio adiantou a marcação e passou a levar perigo. Com velocidade boas trocas de passe, principalmente pela direita com Leonardo, o time gremista chegou ao objetivo.

O lateral, que por capricho entrou no lugar do lesionado Anderson nos primeiros minutos, apareceu aos 22 minutos pela direita e mostrou visão de jogo. Cruzou na entrada do colega Matheus, que dominou entre dois marcadores e, mesmo desequilibrado, enfiou o pé na bola, que estufou as redes para o 1 a 0.

Com o gol, os gremistas recuaram um pouco e Bruno Grassi precisou fazer nova grande intervenção. Aos 27, Éder foi lançado por Gustavo Xuxa nas costas da zaga. Ele ajeitou o corpo e chutou na marca do pênalti. O goleirão gremista cresceu na saída do gol e conseguiu colocar para escanteio com o pé.

O São Luiz foi para a pressão e acumulou quatro escanteios, mas Mendonça e Balbino mostraram segurança na bola aérea para afastar. Antes do intevalo, ambos os times ainda tiveram chances de marcar. Primeiro, o São Luiz teve chance em falta de Balbino sobre Luiz Carlos na meia-lua da área. O próprio Luiz Carlos cobrou forte, só que por cima. Aos 45, Leonardo cruzou na cabeça de Lima, que emendou um belo peixinho e carimbou a trave, que manteve o 1 a 0.

O Grêmio voltou com uma marcação mais fechada e organizada, o que deixou o segundo tempo com bem menos opções ofensivas dos dois lados. Tentando recuperar o prejuízo, o São Luiz fez várias alterações, sem criar muitas chances, porém.

Logo aos dois minutos, uma das raras oportunidades gremistas. Ancheta tentou a jogada com Pepê, que girou na frente da área e chutou. Saiu fraco, fácil para o goleiro. No contragolpe, Éder recebeu na direita, driblou Guedes e cruzou com perigo. Mendonça afastou de cabeça. Logo em seguida, Éder foi substituído por Karl.

Chance de gol novamente apenas aos 24 minutos. Guedes levantou na área e Balbino cabeceou na trave direita, que caprichosamente tirou o gol gremista. Ronaldinho Gramadense e Mikael foram para o jogo, enquanto o Tricolor lançou Lucas Poletto no lugar de Lima e Thaciano foi a campo na troca com Ancheta.

São Luiz tem pênalti negado, mas empata

A grande polêmica do jogo veio aos 37 minutos. Mikael foi lançado por Ronaldinho, tirou do goleiro Bruno Grassi e foi derrubado. Seria pênalti, entretanto a arbitragem não marcou e ainda deu amarelo por simulação ao atacante.

Aos 39, Paulo Miranda fez falta feia e foi expulso na sua estreia com o Tricolor. Com um a mais, o São Luiz fez justiça no placar aos 45 minutos. Ronaldinho Gramadense recuperou rebote na esquerda e chutou forte. A bola desviou na zaga e tirou Grassi do lance, confirmando o 1 a 1.

Guedes ainda tentou devolver o Grêmio à liderança do placar aos 47, numa jogada individual. Ele cortou para o meio e disparou uma bomba no canto direito, mas um desvio mandou a escanteio. Nisso, o São Luiz também quase fez o seu aos 49. Gustavo Xuxa recebeu na intermediária e mandou um chutaço que estampou o travessão, na última grande oportunidade da partida.

Gauchão – 1ª rodada

São Luiz 1

Jonatas; Thomas, Tairone, Ricardo e Márcio Goiano; Rudiero, Prill (Karl), Éder (Mikael), Michel (Ronaldinho Gramadense) e Gustavo Xuxa. Técnico: Paulo Henrique Marques.

Grêmio 1

Bruno Grassi; Anderson (Leonardo), Paulo Miranda, Mendonça e Guedes; Balbino, Ancheta (Thaciano), Matheus, Lima (Poletto), Pepê; Isaque. Técnico: César Bueno.

Gol: Matheus (22min/1ºT), para o Grêmio; Ronaldinho Gramadense (45min/2ºT), para o São Luiz.

Cartão vermelho: Paulo Miranda (G).

Cartões amarelos: Paulo Miranda e Pepê (G); Rudiero, Luis Carlos (S).

Árbitro: Jonathan Pinheiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *