Hospital Geral de Caxias do Sul poderá fechar leitos em junho

FONTE CORREIO DO POVO//O déficit do Hospital Geral (HG) pode levar ao fechamento de 50 leitos, informou a Fundação Universidade de Caxias do Sul (FUCS), que faz a gestão do estabelecimento desde a sua criação, em 1998. A medida representaria uma redução de aproximadamente 23% da capacidade de atendimento da instituição. “Nós vamos fazer todo o esforço que for possível nos próximos 60 dias para conseguir junto ao poder público sanar o déficit de R$ 7 milhões previstos para o HG neste ano. Mas, se não conseguirmos esses recursos, nos próximos 60 dias, contados a partir do dia 6 abril, nós teremos que fechar leitos do hospital”, alertou o presidente do Conselho Diretor da FUCS, professor Ambrósio Luiz Bonalume.

Ele disse que a medida se tornou necessária porque não há mais como as despesas geradas pelo custeio do hospital serem abatidas com recursos provenientes da arrecadação de outras mantidas da Fundação. Segundo a FUCS, a partir de 2016, o Estado, por não ter verba prevista no orçamento, deixou de encaminhar os R$ 6 milhões que eram repassados anualmente. A entidade diz ainda que a prefeitura destinou mensalmente, de setembro de 2016 a fevereiro de 2017, R$ 250 mil, obtidos a partir da lei que fez a repatriação de capitais no exterior. Desde 2009, o município repassa R$ 214 mil ao mês.

Conforme a FUCS, o hospital recebeu R$ 1 milhão por meio de emenda parlamentar e mais R$ 1 milhão a partir do aumento de repasse federal para auxílio de hospitais 100% SUS, reduzindo a previsão de déficit, de R$ 9 milhões para R$ 7 milhões. Além de atender a 49 municípios, o HG funciona como hospital escola.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *