Hospital Geral de Caxias do Sul receberá novos repasses da União.

FONTE CORREIO DO POVO//O Hospital Geral de Caxias do Sul (HG), que atende 100% SUS, terá reforço de R$ 966,5 mil anuais para ampliar e qualificar os serviços de média e alta complexidade. O valor foi anunciado pelo ministro da Saúde, Ricardo Barros, durante visita ao HG na noite de quinta-feira. Na ocasião, ele se comprometeu em trabalhar pela autorização da flexibilização do atendimento das Unidades de Pronto Atendimento (UPAs). Também pediu que as entidades filantrópicas busquem manter as contas em dia. “O segredo é fazer mais com o que recebemos”, afirmou o ministro.

O diretor do HG, Sandro Junqueira, disse que o recurso é bem-vindo porque nos últimos anos o hospital vem enfrentando dificuldades para custeio, como pagamento de folha e de fornecedores. Ele informa que a instituição encerrou o ano passado com déficit de R$ 6 milhões. “É importante receber esse valor mas a principal pauta continua sendo recursos para o custeio.” A direção do hospital solicitou ao ministro um novo acelerador linear para a Unidade de Alta Complexidade em Oncologia. Hoje, o hospital tem um aparelho, para atender pacientes dos 40 municípios da 5ª Coordenadoria Regional de Saúde. Outra demanda apresentada foi a de mais verba para a conclusão das obras de ampliação. O HG tem 227 leitos de internação, para as UTIs e dezenas de especialidades.

O prefeito Daniel Guerra entregou ao ministro um ofício com as reivindicações do município na área da saúde, incluindo o aumento do Teto Financeiro da Média e Alta Complexidade. Também solicitou o auxílio de custeio para a UPA Zona Norte, além da liberação das verbas de emendas parlamentares na área da saúde. “Caxias do Sul espera um retorno em breve para essas reivindicações”, destacou. A direção do Hospital Pompéia também encaminhou pedido de recursos para o custeio da instituição, além do reajuste da tabela do SUS.

À tarde, Ricardo Barros esteve em Passo Fundo, para a inauguração de um acelerador nuclear no Hospital São Vicente de Paulo. O ministério investiu R$ 2,8 milhões na aquisição do aparelho, que ampliará o atendimento em radioterapia. O ministro visitou ainda o Hospital da Cidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *