Motoristas antecipam retorno do Litoral Norte do RS para fugir de congestionamentos

FONTE: G1.COM/RS

O feriadão de carnaval ainda não terminou, mas alguns gaúchos decidiram se despedir das praias do Litoral Norte já nesta segunda-feira (4) e antecipar a volta para casa. O objetivo é evitar os congestionamentos.

A expectativa da CCR ViaSul, empresa que administra a BR-290 (freeway), é que 170 mil veículos passem pela rodovia até quarta-feira (6).

“Dá vontade de ficar mais um pouquinho, né? Mas o interesse de vir foi maior”, disse o motorista Gilmar Góis.

O motorista Alex Cassel, mesmo viajando de moto, preferiu abrir mão de mais um dia de praia para pegar um trânsito mais leve nesta segunda. “Porque amanhã é muito transtorno, é muito trânsito. O para-choque é a nossa cara, então, todo cuidado é pouco”, brinca.

A polícia rodoviária e a CCR ViaSul orientam os motoristas a retornarem do litoral até o meio-dia de terça-feira (5), que promete ser o dia de maior movimento, com 70 mil carros voltando das praias.

Se preferirem, também podem voltar durante a madrugada. Neste caso, é preciso redobrar a atenção.

“A madrugada deve ser reservada somente para aqueles motoristas já habituados com esse horário, descansados, e que tenham consciência que é um trânsito que pode ser mais tranquilo, mas é uma direção mais difícil. Então, precisa atenção, controlar a velocidade e evitar o sono”, orienta o assessor de imprensa da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Cássio Garcez.

Assim como no início do feriadão, o acostamento pode ser liberado em caso de grande movimento, no trecho entre Osório e Gravataí, no km 74, com a devida sinalização. A velocidade máxima no acostamento é 70 km/h.

Com o retorno de uma concessionária à freeway, também volta a ser realizado o apoio aos motoristas com reforço operacional como guinchos leves e viaturas de inspeção. O Disque CCR ViaSul, no número 0800 000 0290, pode ser acionado para emergências e informações.

A fiscalização ostensiva nas estradas do Rio Grande do Sul neste carnaval dura seis dias, com encerramento na noite de quarta-feira (6). A operação reúne esforços de agentes do Detran-RS, Polícia Rodoviária Federal, Brigada Militar e Comando Rodoviário.

É a 100ª vez que a Operação Viagem Segura é realizada. A fiscalização prioriza excesso de velocidade, ultrapassagem em local proibido e embriaguez. São, pelo menos, 2.280 policiais, com 786 viaturas em pontos estratégicos, além de 80 etilômetros.

Bombeiros militares e voluntários também estão de sobreaviso para situações de emergência. E a Empresa Gaúcha de Rodovias (EGR) conta com mais atendentes nas suas praças de pedágio e veículos de apoio, conforme o Detran.

A fiscalização reforçada foi ampliada para o Litoral e os 34 municípios conveniados à Balada Segura. O objetivo é prevenir acidentes provocados pelo consumo de álcool.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.