Mudança em projeto de educação deixa cerca de 130 mil alunos do RS sem aulas no turno inverso.

FONTE G1//A mudança nos critérios de adesão ao projeto Mais Educação, do governo federal, atingiu escolas do Rio Grande do Sul. Justamente as que tiveram as melhores notas no Índice de Desenvolvimento de Educação Básica (Ideb) vão perder o turno inverso, o que corresponde a quase 130 mil alunos. As vagas caíram de mais de 184 mil no ano passado para pouco mais de 54 mil este ano.

O Mais Educação existe no estado desde 2010. No turno contrário ao das aulas, os estudantes têm a oportunidade de fazer atividades como reforço de português, matemática, atividades de canto, xadrez e cineclube.

As cidades mais prejudicadas com a mudança foram Canoas, Novo Hamburgo, Viamão e Gravataí. Só nesses quatro municípios da Região Metropolitana, quase 20 mil alunos vão perder a chance de se desenvolver mais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.