Municipários suspendem greve em Porto Alegre após um dia

FONTE CORREIO DO POVO//Em assembleia nesta segunda-feira, o Sindicato dos Municipários de Porto Alegre (Simpa) suspendeu a greve da categoria. Os servidores municipais decidiram priorizar a mobilização quando os projetos de lei do Executivo municipal envolvendo as carreiras dos municipários retornarem à pauta de votações. O Simpa confirmou que mantém o estado de greve.

O diretor-geral do Simpa, Alberto Terres, explica que a mobilização dos servidores junto a vereadores e à população serviu para pressionar a prefeitura. Com número insuficiente de votos, o executivo voltou as atenções para projetos que tratam do reajuste do IPTU. “Na assembleia de hoje, decidimos suspender a greve e voltar a nossa mobilização a partir da priorização dos projetos que afetam a categoria”, afirma.

“Vamos seguir mobilizados permanentemente. A qualquer momento podemos entrar greve”, observa. O sindicalista sustenta que o recuo do governo ocorreu em função da pressão de servidores e do número de votos insuficientes para aprovar os projetos. “A Câmara é uma incógnita, reúne muitos interesses políticos, não sabemos até onde a prefeitura vai atuar. Sabemos que há muitas entidades ligando para vereadores”, avalia.

Conforme Terres, o Simpa continua atuando junto aos vereadores, inclusive da base aliada. O objetivo é convencer os parlamentares de que as propostas encaminhadas pela prefeitura envolvendo mudanças na carreira dos servidores são prejudiciais. “Há muitos vereadores da base do governo que já garantiram que votarão contra as propostas do executivo”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.