“Não é um projeto do meu governo, é um projeto do Brasil”. Bolsonaro concede entrevista a Luciana Gimenez e foca na reforma da Previdência

FONTE: O SUL
Após exibição da entrevista na qual defendeu a reforma da Previdência no programa de Silvio Santos, Jair Bolsonaro voltou a abordar o tema na TV aberta. Na noite desta terça-feira (7), o presidente participou do programa Luciana By Night, da apresentadora Luciana Gimenez, na Rede Pampa. Logo no início da entrevista, Gimenez relembra que já se passaram cerca de três meses de governo e questiona o presidente sobre as coisas positivas já feitas: “eu acho que o mais importante do governo foi eu ter liberdade de escolher os 22 ministros“, declarou Bolsonaro.

Durante o bate-papo descontraído, Jair Bolsonaro disse acreditar já ter votos suficientes para aprovar a reforma na Câmara dos Deputados. “Não temos outra alternativa [para equilibrar as contas públicas] a não ser a reforma da Previdência. Não é um projeto do meu governo, é um projeto do Brasil. Hoje acredito que já temos os votos suficientes para aprovar no plenário”, afirmou.

A entrevista teve seus momentos sérios e mais informais, Luciana Gimenez perguntou se Bolsonaro, como cristão, já teria perdoado Adélio Bispo, autor do atentado à faca do qual foi vítima durante ato de campanha no ano passado. “Negativo“, reagiu o presidente. “Esse cara, se depender de mim, como não tem pena de morte e nem prisão perpétua, pegava 30 anos de cadeia. Aquele canalha sabia o que estava fazendo. Não pode ter pena desse tipo de gente não”, disparou.

Sobre redes sociais, Bolsonaro disse não se arrepender de nenhuma publicação feita. “Acontece, mas eu tenho que assumir. Não posso falar em arrependimento, foi feito e não vai se repetir lá na frente. Acontece”, acrescentando que só apaga publicações quando há algum erro de informação. “Eu acho que mais de 95% das informações nossas são mais do que precisas”, frisou.

Confira a entrevista completa:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.