O Detran-RS suspendeu em todo o Rio Grande do Sul as provas práticas e teóricas escritas aplicadas nas autoescolas

O Detran-RS (Departamento de Trânsito do Rio Grande do Sul) suspendeu as provas práticas de direção veicular e as provas teóricas presenciais realizadas nos Centros de Formação de Condutores do estado. O motivo é a escassez de combustível, consequência da greve dos caminhoneiros.

As provas eletrônicas serão mantidas em Porto Alegre, Alegrete, Caxias do Sul, Passo Fundo, Pelotas, Santa Maria e Santo Ângelo – , municípios que dispõem de salas específicas. Os agendamentos das provas prosseguem normalmente, sendo realizados diretamente nos CFCs.

Fim da greve

Numa tentativa de por fim à greve dos caminhoneiros, o presidente Michel Temer anunciou neste domingo cinco medidas, entre as quais a redução de R$ 0,46 no preço do litro do óleo diesel.

As entidades que se reuniram com Temer antes do anúncio disseram ter ficado satisfeitas com as medidas e chegaram a assinar uma ata se comprometendo a suspender a paralisação. Mas, nesta segunda, caminhoneiros continuaram nas estradas de todo o país.

Segundo o presidente da Associação Brasileira de Caminhoneiros, José da Fonseca Lopes, os caminhoneiros querem voltar ao trabalho, mas estão sendo impedidos por “intervencionistas” que, segundo ele, “querem derrubar o governo”.

O governo federal já informou publicamente que as negociações estão finalizadas e agora espera o retorno dos caminhoneiros ao trabalho. A estimativa do Ministério da Fazenda é que, com as medidas anunciadas neste domingo, tributos podem subir.

Reciclagem preventiva

O Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo anunciou nesta quarta-feira que os motoristas que exercem atividade remunerada nas categorias C, D e E e tiverem entre 14 e 19 pontos podem fazer um curso do órgão e zerar a pontuação da Carteira Nacional de Habilitação.

A chamada reciclagem preventiva para motoristas profissionais está prevista na resolução 723 do Contran (Conselho Nacional de Trânsito) e é opcional.

O curso pode ser feito por condutor que tenha a inscrição “exerce atividade remunerada” no verso da CNH; seja habilitado exclusivamente nas categorias C (veículos de carga, como caminhões), D (veículos de transporte de passageiros, como ônibus e vans) ou E (veículo conjugado, como carreta com reboque ou trailer).

De acordo com o Detran-SP, é possível pedir para fazer a reciclagem apenas uma vez a cada 12 meses. Ele dá ao motorista profissional a oportunidade de retirar de seu prontuário a pontuação acumulada na CNH por infrações de trânsito. Desta forma, apenas se somar outros 20 pontos nos 12 meses seguintes terá a CNH suspensa.

Como estabelece o CTB, todo condutor que atinge 20 ou mais pontos em 12 meses tem o direito de dirigir suspenso por no mínimo 6 meses e precisa passar pela reciclagem. Também tem a CNH suspensa quem comete uma única infração gravíssima que tem como penalidade prevista no CTB a suspensão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *