O governo gaúcho confirmou a contratação de 949 aposentados, reservistas e temporários para a segurança pública

FONTE: O SUL

O governo do Rio Grande do Sul confirmou a contratação de 949 servidores para a área da segurança pública. Os novos funcionários são profissionais aposentados, reservistas e temporários, que vão atuar na BM (Brigada Milita), no CBM (Corpo de Bombeiros Militar), na PC (Polícia Civil), na Susepe (Superintendência dos Serviços Penitenciários) e no IGP (Instituto-Geral de Perícias). A contratação foi publicada no Diário Oficial do Estado desta quinta-feira (05).

Os servidores vão trabalhar em atividades administrativas e internas, videomonitoramento, controle de tornozeleira eletrônica, patrulha escolar, policiamento comunitário, ambiental e fazendário, guarda externa de presídios, guarda de prédios públicos, ensino, treinamento e apoio às funções de bombeiro.

“Essas ações buscam ampliar e melhorar ainda mais a prestação de serviços na área da segurança pública. Segurança é e continuará sendo uma prioridade para o governo do Estado. O caminho da Segurança precisa ser traçado com parceria, atuando na prevenção, com ação social e educação, e no combate ao crime, com inteligência e estrutura de pessoal e equipamento. Avançamos muito, passo a passo, sempre com responsabilidade. Mas ainda há muito por fazer”, afirmou o governador José Ivo Sartori.

Segundo o governo, a contratação dos servidores foi possível graças às medidas propostas pelo Executivo e aprovadas pela Assembleia Legislativa, por meio do Programa de Aposentados da Polícia Civil, Susepe e IGP, do Programa Soldado Temporário e do Programa Mais Efetivo – os dois últimos voltados para a Brigada Militar e o Corpo de Bombeiros.

“São profissionais experientes e egressos das Forças Armadas, plenamente capazes de executar as tarefas para as quais serão designados. A contratação permitirá liberar os servidores para a atividade-fim, reforçando nossos quadros na ponta, onde é mais necessário”, observou o secretário da Segurança, Cezar Schirmer.

Regiões vulneráveis

“Nosso principal foco é atender as regiões mais vulneráveis”, disse, no último fim de semana, o governador Sartori ao comentar a entrega de seis vans e 12 motocicletas para intensificar o trabalho das bases integradas de policiamento comunitário em Porto Alegre, Alvorada e Viamão.

Os veículos, entregues no fim de junho pela Secretaria de Desenvolvimento Social, Trabalho, Justiça e Direitos Humanos, foram adquiridos pelo POD (Programa de Oportunidades e Direitos). Para o governador, as viaturas auxiliarão os policiais a ficar mais perto das comunidades e fortalecer os vínculos com as pessoas, em convivência e aprendizado.

“As viaturas ficarão em seis áreas com maiores índices de violência, especialmente entre jovens. Serão quatro em Porto Alegre, uma em Alvorada e outra em Viamão. Neste mês, faremos ainda a entrega de mais três micro-ônibus também para ajudar na aproximação com a vida comunitária”, disse o chefe do Executivo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.