O Inter empatou em 1 a 1 com o Boavista-RJ e avançou na Copa do Brasil.

FONTE O SUL//O Internacional empatou em 1 a 1 com Boavista-RJ na noite dessa quarta-feira, em Cascavel-PR, e avançou à segunda fase da Copa do Brasil. William Pottker abriu o placar no segundo tempo, mas o Boavista igualou nos minutos finais. No entanto, o empate nesta fase era favorável ao Colorado.

O adversário na próxima etapa – que também será disputada em jogo único e fora de casa, porém com o empate levando a decisão da vaga para os pênaltis – sairá do confronto entre Atlético-ES e Remo-PA, que se enfrentam no dia 7 de fevereiro. O time colorado volta a campo neste domingo diante do Brasil-Pel, no Bento Freitas, pela quinta rodada do Gauchão.

Primeiro tempo

Bem postado em campo, o Inter dominou amplamente o primeiro tempo. Com quase 70% de posse de bola nos primeiros 45 minutos, o time colorado marcou forte, propôs o jogo, mas encontrou dificuldade em furar o ferrolho armado pelo Boavista, que atuava com duas linhas de quatro jogadores à frente da sua área. A grama alta do Estádio Olímpico Regional era outro fator a ser superado.

Aos 11 minutos, William Pottker arriscou de longe, a bola desviou na zaga e saiu pela linha de fundo. Após a cobrança de escanteio, Klaus chutou, de primeira, por cima do gol adversário. Aos 24 minutos, Pottker tentou o chute colocado e a bola passou perto do canto direito. A pressão era grande, mas o gol teimava em não sair. Aos 38 minutos, Klaus cabeceou e o goleio Rafael fez a defesa. Um minuto depois, Edenilson invadiu a área pela esquerda e chutou para mais uma intervenção do goleiro.

Segundo tempo

No segundo tempo, a insistência do Inter foi premiada. Aos 12 minutos, Leandro Damião cruzou para a área e D’Alessandro, com muita qualidade, escorou de primeira para a marca penal, onde William Pottker apareceu para chutar rasteiro: 1 a 0. Foi o terceiro gol do atacante na temporada e o 13º com a camisa do Inter.

Apesar da vantagem que era suficiente para garantir a vaga, o Colorado seguiu buscando o segundo gol. Aos 34 minutos, Camilo, que havia entrado no lugar de Gabriel Dias, concluiu por cima do travessão. Aos 37 minutos, Víctor Cuesta curtiu uma de atacante e entrou na área pela esquerda para soltar uma bomba cruzada que foi defendida por Rafael. No minuto seguinte, Patrick, substituto de D’Alessandro, cruzou e Damião chutou mascado com a zaga, com a bola saindo pela linha de fundo.

O Boavista chegou ao empate, aos 43 minutos, com Renan Donizete aproveitando o rebote após chute de Vitor Faísca. O resultado, porém, servia para o Inter passar para a fase seguinte da Copa do Brasil.

“Foi uma classificação importante em um jogo eliminatório. Claro que queríamos a vitória. Criamos mais chances de gol. Mas conseguir a vaga com menos de trinta dias de trabalho neste início de temporada pode ser considerado um bom resultado. Vale a classificação, que é o principal”, avaliou o vice-presidente de futebol Roberto Melo.

“Criamos inúmeras oportunidades e não fizemos mais gols, mas é preciso olhar para isso com tranquilidade para seguir o nosso trabalho. Vamos corrigir e evoluir”, projetou o técnico Odair Hellmann.

Ficha técnica

Boavista-RJ (1)

Rafael; Gabriel, Elivelton, Anderson Luiz e Jean (Marquinho); Vitor Faísca, Lucas (Caio), Fellype Gabriel e Thiago Silva, Léo Pimenta (Renan Donizete) e Felipe Augusto. Técnico: Eduardo Allax.

Internacional (1)

Danilo Fernandes; Dudu, Klaus, Víctor Cuesta e Iago; Rodrigo Dourado e Gabriel Dias (Camilo), William Pottker, D’Alessandro (Patrick) e Edenilson; Leandro Damião (Nico López). Técnico: Odair Hellmann.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *