Patrick: “Temos que igualar na vontade e fazer a técnica aparecer”.

FONTE CORREIO DO POVO//O volante Patrick está estreando no Gauchão. Apesar de ainda fazer seus primeiros jogos na competição já apresentou uma receita para o Inter, que caiu para a quarta posição após a derrota para o Brasil de Pelotas, no fim de semana: raça para ter técnica.

“Temos que nos igualar na vontade e fazer a técnica aparecer”, afirmou o jogador, em entrevista coletiva na tarde desta segunda-feira. Ele, porém, reconheceu que o grupo ainda precisa melhorar: “Estamos num processo de evolução”.

O jogador ressaltou que o início de temporada não pode amenizar maus resultados: “Temos que dar resposta o mais rápido possível e buscar a vitória e evitar oscilações”, disse ele, sobre a equipe colorada ter apenas empatado com o Boavista, pela Copa do Brasil, e em seguida, perdido para o Brasil de Pelotas.

Meia improvisado

Patrick esclareceu que atuou como um meia improvisado contra o Brasil. Pela escalação, o Inter foi a campo com três volantes: ele, Rodrigo Dourado e Charles. “Naquela posição estou fazendo o corredor esquerdo. É mais um meia do que um volante”, explicou. “Sem a bola tem que marcar e recompor, mas estes três volantes, não.”

O Inter retoma os treinamentos na tarde desta terça-feira. Na quinta, o time encara o São José, pelo Gauchão. O técnico Odair Hellmann deverá escalar a equipe considerada titular.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.