Professores do IPA retomam greve após novo atraso de salários

FONTE CORREIO DO POVO//Os professores do Centro Universitário Metodista (IPA) decidiram pela retomada da greve após a instituição não pagar o salário referente ao mês de abril. De acordo com o Sindicato dos Professores do Ensino Privado (Sinpro/RS), na assembleia realizada no fim da tarde desta terça-feira, o grupo avaliou positivamente a mudança da Reitoria, anunciada nessa segunda-feira, e confirmou a reivindicação de retomada da autonomia acadêmica, administrativa e financeira do IPA.

Os docentes também decidiram pelo não comparecimento na universidade durante a greve. Uma nova assembleia foi marcado para ocorrer na tarde da próxima sexta-feira. Representantes dos estudantes manifestaram apoio ao movimento.

A instituição conta com mais de 5,5 mil alunos, em três unidades, e mais de 500 funcionários, entre professores, técnicos e trabalhadores em geral.

Segunda paralisação em menos de um mês

Deflagrada em 25 de abril, a greve do IPA havia sido suspensa em 3 de maio, após o pagamento dos salários atrasados de março. No mesmo dia, os docentes se comprometeram a recuperar as aulas correspondentes aos dias paralisados, requerendo o não desconto desses dias nos salários de abril.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *