Quase 16 anos depois, o Parque Estadual de Itapuã, em Viamão, voltou a registrar a presença de uma onça

Quase 16 anos após o último registro, uma onça-parda voltou a ser flagrada no Parque Estadual de Itapuã, em Viamão. Consideradas raras, as imagens foram capturadas por uma câmera noturna instalada em área próxima ao Morro da Grota, no interior do parque.

Vinculado à Sema (Secretaria do Ambiente e Desenvolvimento Sustentável), Itapuã é uma UC (unidade de conservação) de proteção integral. De acordo com a gestora do parque, Dayse Rocha, o registro indica que o parque está cumprindo o seu papel.

“Trata-se de uma evidência de que o parque está exercendo a sua função de garantir a biodiversidade e preservar o meio ambiente”, ressalta Dayse. Ela acrescenta que o parque irá promover uma campanha de conscientização ambiental para proteger o animal, também conhecido como puma, leão-baio ou suçuarana.

A onça-parda, de nome científico Puma concolor, é o segundo maior felino do continente americano, podendo chegar a pesar 75 kg e medir mais de dois metros – perde em tamanho e peso apenas para a onça-pintada (Panthera onca). “Ela está no topo da cadeia alimentar”, detalha a gestora do Parque Estadual de Itapuã.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.