Time de transição do Grêmio busca fugir da pressão contra Avenida.

FONTE CORREIO DO POVO//Apesar de se tratar do time de transição, o Grêmio começa a ser cobrado pela falta de resultados positivos no Campeonato Gaúcho. Com apenas um ponto em duas rodadas, o Tricolor se vê na obrigação de derrotar o Avenida, amanhã, em Santa Cruz do Sul, para amenizar a pressão sobre os garotos e o técnico César Bueno. Também é preciso somar três pontos para não ver alguns times se distanciarem na ponta de cima da tabela.

“Nós vamos com tudo contra o Avenida, o resultado é muito importante para nós em termos de campeonato”, concorda Bueno. Segundo o treinador, a equipe tem mostrado uma boa evolução, e a vitória está próxima. “Quando se joga bem, fica mais perto de vencer, nós estamos próximos disso. Fomos bem contra o São Luiz, evoluímos diante do Caxias e vamos melhorar ainda mais contra o Avenida”, acredita.

Os erros defensivos apresentados na derrota para o Caxias passaram a ser uma dor de cabeça para o técnico da transição. “Hoje (ontem) a gente começou a trabalhar um pouco o que falhamos no último jogo, que foi a bola parada, a bola aérea. Demos um reforço nessa questão”, acrescentou. A boa notícia é o retorno do experiente zagueiro Paulo Miranda, que cumpriu suspensão no sábado.

Nessa segunda-feira, César Bueno rebateu as críticas de que teria passado a responsabilidade pela derrota para o Caxias aos jogadores. “Talvez vocês (jornalistas) não tenham percebido, mas na minha entrevista pós-jogo eu falei claramente que a responsabilidade era toda minha, sou o comandante do processo”.

Bueno teve uma conversa com Renato, ontem, em um dos campos do CT Luiz Carvalho. “A gente tem conversado, ele (Renato) veio dar um suporte, um apoio. Nós falamos a respeito do que vimos no último jogo”, completou César Bueno.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *