Venezuelano preso em um hospital no Brasil tinha mais de 1 quilo de cocaína no estômago

O estrangeiro preso no Hospital de Emergências de Macapá (AP), na manhã de quarta-feira (8), tinha 1,2 quilos de cocaína no estômago, que ele pretendia entregar na Europa, informou a PF (Polícia Federal). O homem de 51 anos é venezuelano e ingeriu o total de 83 capsulas da droga, que foram extraídas pela equipe médica. As informações são do portal de notícias G1 e da PF.

De acordo com a PF, a intenção do venezuelano era embarcar com a droga para a Europa, através da Guiana Francesa, porém, ele passou mal e resolveu parar na capital do Amapá em busca de ajuda médica. Ele deu entrada na unidade de saúde se queixando de fortes dores na barriga.

A polícia foi acionada pelo hospital e o homem ficou detido no local. Ele passou por cirurgia para a remoção da droga e nenhuma cápsula chegou a se romper, informou a Polícia Civil, que atendeu o caso inicialmente, mas repassou à PF.

Durante a manhã, o delegado Sidney Leite, da Polícia Civil, explicou que o homem não tinha como rota o Amapá, mas veio para Macapá após passar mal e suspeitar de rompimento das cápsulas.

“Ele iria com essa droga da Guiana Francesa para a Espanha. Ele estava no Oiapoque [fronteira Brasil e França] e entrou na Guiana, mas passou mal e voltou, pegou um carro e veio para Macapá”, explicou Leite, da Delegacia de Tóxicos e Entorpecentes.

O estrangeiro está à disposição da Justiça e responderá pelo crime de tráfico internacional de drogas. Se condenado, poderá cumprir pena de até 25 anos de prisão. O passaporte dele foi apreendido pela Polícia Federal.

Alemanha

Na terça-feira (7), a PF prendeu, no Aeroporto Internacional de São Paulo, uma mulher que tentou embarcar para a Alemanha com mais de 3 quilos de cocaína.

Policiais federais abordaram uma passageira no balcão do check-in de voo com destino a Frankfurt, na Alemanha. A mulher, nacional da Bolívia e 47 anos de idade, estava muito nervosa e foi conduzida a uma sala reservada para passar por busca pessoal e revista das bagagens.

Os policiais esvaziaram suas malas e não encontraram nada suspeito mas desconfiaram do peso excessivo da mala vazia. Eles fizeram um pequeno furo na lateral da mala suspeita e encontraram um pó com características da droga cocaína. Conduzida a delegacia, a suspeita recebeu voz de prisão após os exames periciais confirmarem que a substância era cocaína, cujo volume somou mais de três quilos.

A presa responderá pelo crime de tráfico internacional de drogas.

Fonte: O Sul

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.