A polícia prendeu uma quadrilha de ladrões de carro e encontrou uma oficina mecânica que funcionava como desmanche de veículos em Porto Alegre

FONTE: O SUL

Após investigação dentro da Operação Gêmeos, agentes da 2ª Delegacia de Polícia de Canoas desmantelaram, na madrugada desta segunda-feira (18), um esquema de furto e roubo de veículos em Porto Alegre e na Região Metropolitana. Durante a operação, os policiais descobriram uma oficina mecânica que funcionava como local de desmanche de veículos na Capital gaúcha.

Seis criminosos foram presos em flagrante. Segundo o delegado Rodrigo Caldas, os policiais civis localizaram e identificaram um veículo que havia sido furtado em Porto Alegre e que fora deixado para “esfriar” (permanecer em algum local para despistar a ação policial) em uma via pública de Canoas.

Os policiais civis, durante investigação de roubos e furtos de veículos, verificaram a situação e, após quase dois dias de diligências utilizando modernas técnicas de investigação e campanas, descobriram que o veículo em situação ilegal tinha sido conduzido de volta a Porto Alegre, para uma oficina mecânica utilizada como desmanche ilegal de veículos. O desmanche situa-se perto do Foro Regional do Sarandi, na Zona Norte da Capital, o que, por si só, já revela a audácia dos criminosos, de acordo com a Polícia Civil.

Além do veículo furtado, foram encontrados e apreendidos outros carros, totalizando dez automóveis, inclusive um veículo de luxo Mercedes-Benz. A Operação Gêmeos faz parte de uma série de ações no sentido de intensificar as investigações de roubos e furtos de veículos, assim como da receptação, desmanche e clonagem desses veículos.

“As investigações continuam, com o objetivo de desarticulação da organização criminosa. Outras ações deverão ocorrer”, disse o delegado Rodrigo Caldas.

Já o diretor da 2ª Delegacia de Polícia Regional Metropolitana de Canoas, delegado Mario Souza, afirmou que foi uma ação cirúrgica e necessária para retirar os meios de atuação da organização criminosa. “Os agentes da 2ª DP de Canoas agiram com energia e oportunidade, realizando essa necessária operação policial”, esclareceu Souza.

Mercadorias

A Polícia Civil realizou, na noite de domingo (17), uma ação fiscalizatória nas imediações da Arena do Grêmio, durante o show do cantor Ed Sheeran. Segundo o delegado Joel Wagner, foram realizadas abordagens, resultando na apreensão de várias mercadorias sem qualquer indicação de procedência, a maioria falsificadas, tais como camisetas, faixas, bandanas e bonés.

“Durante a ação, também foi apreendido com dois cambistas, um ingresso de meia-entrada, que estava sendo vendido às pessoas sem direito ao benefício. Além deles, diversos outros cambistas foram abordados, revistados e devidamente identificados, não tendo sido localizados ingressos falsificados”, concluiu o delegado.

No total, sete indivíduos identificados responderão pela prática dos crimes de violação aos direitos autorais, venda de produtos contrafeitos, entre outros crimes, contra a propriedade industrial e de marcas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.