Bolsonaro participa da posse do novo chefe do Comando Militar Sul, em Porto Alegre

FONTE: O SUL

O presidente Jair Bolsonaro participou, no fim da manhã desta quinta-feira (30), em Porto Alegre, da posse do novo chefe do CMS (Comando Militar do Sul), general Valério Stumpf Trindade. O militar, de 60 anos, assumiu o comando no lugar do general Geraldo Antonio Miotto, de 65 anos, transferido para a reserva do Exército.

Natural de São Gabriel, o general Stumpf entrou para o Exército em 1975, na Escola Preparatória de Cadetes, e é um dos mais experientes militares brasileiros, com participação em duas guerras civis. Atualmente, exercia o cargo de secretário de Economia e Finanças do Exército.

Por conta das restrições de aglomeração devido à pandemia de coronavírus, poucas pessoas acompanharam a troca de comando no Salão de Honra do CMS, no Centro da Capital gaúcha. Na ocasião, também foi inaugurado o retrato de Miotto na galeria dos ex-comandantes do CMS.

Além de Bolsonaro, participaram da cerimônia o vice-presidente da República, Hamilton Mourão; os ministros da Defesa, Fernando Azevedo e Silva; da Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos; e do Gabinete de Segurança Institucional, Augusto Heleno; o comandante-geral do Exército, general Edson Leal Pujol; o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite; o presidente da Assembleia Legislativa, Ernani Polo; o prefeito de Porto Alegre, Nelson Marchezan Jr.; o presidente do Tribunal de Justiça do RS, Voltaire de Lima Moraes; entre outras autoridades.

Bolsonaro e sua comitiva desembarcaram no aeroporto Salgado Filho na manhã desta quinta. O presidente foi recebido no local por alguns apoiadores e cumprimentou os brigadianos que faziam a segurança.

Depois, Bolsonaro e os ministros seguiram para o Comando Militar do Sul. Na frente da sede do órgão, havia um grupo de pessoas com faixas e bandeiras do Brasil gritando palavras de apoio a Bolsonaro. Já alguns moradores de prédios da região promoveram panelaços em protesto contra o presidente.

A posse do novo comandante militar do Sul foi o único compromisso oficial do chefe do Executivo no Estado. A última passagem de Bolsonaro pelo Rio Grande do Sul havia sido em dezembro do ano passado, quando ele participou da 55ª Cúpula do Mercosul, em Bento Gonçalves, na Serra Gaúcha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.