Brasileiro é libertado em troca de prisioneiros entre o governo da Ucrânia e rebeldes apoiados pela Rússia

FONTE: O SUL

Um brasileiro está entre os beneficiados pela troca de prisioneiros entre o governo da Ucrânia e rebeldes separatistas apoiados pela Rússia, ocorrida no fim de semana. O Itamaraty afirmou que não tem autorização para revelar a identidade do homem, mas declarou que ele optou por ser encaminhado para o território russo.

A troca de presos, a primeira desde 2017, começou em um posto perto da cidade de Horlivka, controlada pelos insurgentes. O acordo foi fechado no início de dezembro com a intermediação da Rússia, da Alemanha e da França.

De acordo com a presidência ucraniana, a troca fez com que Kiev recebesse 76 presos, sendo 51 de Donetsk e 25 de Lugansk. Os pró-russos receberam 124 pessoas.

O primeiro grupo libertado pelos rebeldes inclui soldados ucranianos, disse Ludmila Denisova, representante para os direitos humanos do Parlamento ucraniano.

A última grande troca de prisioneiros entre rebeldes separatistas e forças ucranianas ocorreu em dezembro de 2017, com 233 rebeldes trocados por 73 ucranianos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.