Eduardo Leite diz que será “um candidato a governador, não um governador candidato”

FONTE: O SUL

Após anunciar a sua pré-candidatura ao Palácio Piratini pelo PSDB na segunda-feira (13), Eduardo Leite afirmou que será “um candidato a governador, não um governador candidato”.

O tucano, que sempre criticou a reeleição, disse que tentará governar o Estado novamente porque não ocupa o cargo neste momento. Eleito em 2018, ele renunciou ao governo gaúcho no dia 31 de março deste ano diante da possibilidade de concorrer à Presidência da República, o que acabou não ocorrendo.

“Só me apresento ao povo gaúcho novamente porque renunciei ao mandato, ao poder, à caneta. Renunciei a toda estrutura que está em torno de um governante”, declarou Leite em entrevista à CNN na terça-feira (14).

Com a renúncia de Leite, o então vice governador, Ranolfo Vieira Júnior, assumiu o comando do Executivo estadual. Ele era cotado para ser o candidato do PSDB ao Palácio Piratini nas eleições deste ano até o anúncio da pré-candidatura de Leite.

“O que me move não são vaidades individuais. Entendemos que o nome do Eduardo Leite possa ser o melhor nome do PSDB, dando seguimento a esse projeto”, declarou Ranolfo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.