Fiscais apreendem quase 3,5 toneladas de alimentos e encontram abate clandestino no Sul do RS

FONTE: O SUL

Agentes da força-tarefa do Programa Segurança Alimentar RS, do MP (Ministério Público), apreenderam 3,4 toneladas de alimentos impróprios para o consumo em quatro estabelecimentos comerciais fiscalizados no município de Chuí, no Sul do RS, na quarta-feira (13).

Nos fundos de um dos locais, onde funciona um atacado, foi encontrado um abate clandestino. Segundo os fiscais, havia sinais de operação recente, com a presença de miúdos frescos de ovino, além de animais inteiros, sem procedência, armazenados em um freezer. Também havia lã e instrumentos utilizados no abate. Os responsáveis pelo estabelecimento foram conduzidos para uma delegacia da Polícia Civil.

Todos os estabelecimentos fiscalizados foram autuados por apresentarem alimentos mofados, estragados, com prazo de validade vencido, armazenados de forma irregular e em temperatura inadequada, além de carnes sem procedência. Os nomes dos locais não foram divulgados pelo MP.

A Receita Federal foi acionada, pois também havia produtos contrabandeados do Uruguai em um dos estabelecimentos.

Além do MP, a operação contou com a participação de representantes da Vigilância Sanitária Municipal do Chuí, da Secretaria Estadual da Saúde, da Secretaria Estadual da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural, da Delegacia de Proteção ao Consumidor e da Patrulha Ambiental da Brigada Militar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.