Governador gaúcho diz que restrições por causa do coronavírus devem durar “um longo período”

FONTE: O SUL

“Acreditamos que vamos ter de conviver com o coronavírus e, consequentemente, com restrições por um longo período. Por isso, foi importante identificarmos e criarmos um modelo que permitisse uma melhor conciliação entre preservação da vida, que sempre será priorizada, com a atividade econômica”, afirmou nesta quarta-feira (10) o governador Eduardo Leite.

A declaração foi dada no dia em que o modelo de Distanciamento Controlado completou um mês de vigência no Rio Grande do Sul. Como o Estado tem a sexta maior população do País, mas consta em 20º lugar na incidência de casos de Covid-19 em relação ao número de habitantes, o governo gaúcho entende que o modelo vem sendo efetivo.

“Isso nos deixa seguros de estarmos trilhando um bom caminho e também reforça nossa responsabilidade de mantermos o dedo no pulso e os números controlados”, afirmou Leite durante um debate virtual promovido pelo banco Santander com o tema “O Estado contra o coronavírus”.

Durante o evento, também foram abordados os cenários econômico e político do Estado e do País, como reformas, privatizações, investimentos e ajuste fiscal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.