Governo vai financiar passagens aéreas e hospedagens de férias com juro menor

O governo federal planeja promover, em maio, um “feirão nacional” com passagens aéreas, hospedagens e pacotes de viagem a preços promocionais e com financiamentos pelo Banco do Brasil e pela Caixa Econômica Federal. As ofertas serão para viagens para o segundo semestre deste ano e o verão de 2025.

O anúncio foi feito pelo ministro do Turismo, Celso Sabino, durante um evento de divulgação de dados do setor. A ideia é que a ação aconteça entre os dias 17 e 19 de maio, de forma virtual e presencialmente nas 26 capitais do País e no Distrito Federal.

A ação será feita em parceria com as secretarias estaduais de Turismo, que organizarão espaços para a venda presencial nas capitais e serão responsáveis por divulgar os atrativos turísticos de cada Estado.

Uma das medidas, segundo o ministro, é oferecer financiamentos de bilhetes aéreos e de pacotes por meio da Caixa Econômica Federal e do Banco do Brasil, que poderiam financiar compras em até 60 parcelas com juros de 1,7% ao mês. Ainda não ficou claro se todos os brasileiros poderão participar da ação ou se a medida deve ter como foco determinadas faixas de renda, por exemplo.

Parcerias

De acordo com Sabino, a ação acontecerá por meio de parcerias com companhias aéreas, operadoras de turismo e agentes de viagem. Secretarias estaduais de Turismo também participarão da iniciativa para promover seus atrativos turísticos. Empresas de transporte rodoviário não foram citadas.

“Será uma espécie de ‘black friday’ fora de época. A ideia nesses dias 17, 18 e 19 é nós vendermos tudo, deixar todos os assentos dos aviões vendidos, não vai ter vaga depois desse dia porque todo mundo vai programar sua viagem e também os hotéis”, disse o ministro.

Banco do Brasil

Em nota, o Banco do Brasil afirmou que disponibiliza a seus clientes o BB Crédito Realiza – Viagens, que permite financiar despesas com turismo em território nacional em até 60 meses. A contratação é 100% digital, disponível no App BB, com carência de até 59 dias para pagar a primeira parcela. As taxas variam de acordo com o perfil do cliente, sendo oferecidas a partir de 1,79% ao mês.

Caixa

Já a Caixa informou que possui um “amplo portfólio” com oferta de linhas de crédito sem destinação específica. “Especificamente para a ação citada pelo Ministério do Turismo, o banco está atento às oportunidades para levar as melhores opções para os clientes”, diz o texto.

FONTE: O SUL

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.