Inflação fica em 0,10% em outubro, a menor taxa para o mês desde 1998 no País.

FONTE: O SUL

O IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo), que mede a inflação oficial do País, ficou em 0,10% em outubro. Esse é o menor resultado para o mês desde 1998, quando o IPCA variou 0,02%, segundo os dados divulgados nesta quinta-feira (07) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

No acumulado do ano, o IPCA registra variação de 2,60% e, nos últimos 12 meses, de 2,54%, abaixo dos 2,89% verificados nos 12 meses imediatamente anteriores. Em setembro, o índice atingiu -0,04%. Em outubro de 2018, a taxa foi de 0,45%.

Dos nove grupos de produtos e serviços pesquisados, três apresentaram deflação de setembro para outubro, com destaque para habitação (-0,61%), grupo responsável pela maior contribuição negativa no IPCA no mês, com -0,10 ponto percentual. A queda de 3,22% no preço da energia ajudou a manter a inflação no patamar baixo.

Entre as taxas positivas em outubro, destacam-se vestuário (0,63%), saúde e cuidados pessoais (0,40%) e transportes (0,45%), com impacto de 0,08 ponto percentual no índice. Já alimentação e bebidas, após a variação negativa observada em setembro (-0,43%), apresentou ligeira alta (0,05%), contribuindo com 0,01 ponto percentual. Os demais grupos ficaram entre a queda de 0,09% em artigos de residência e a alta de 0,20% em despesas pessoais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.