O combate ao coronavírus ganhou um importante reforço no Rio Grande do Sul, com a adesão dos Centros da Juventude

FONTE: O SUL

As ações de enfrentamento ao coronavírus ganharam um importante reforço no Rio Grande do Sul, com a adesão dos CJs (Centros da Juventude): é a campanha “#TodosPelaVida”, lançada pela SJCDH (Secretaria de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos) em parceria com o POD (Programa de Oportunidades e Direitos). O foco são mais de mil jovens em Porto Alegre, Viamão e Alvorada.

A iniciativa tem quatro pilares: alimentação, higiene, informação e fortalecimento do comércio local em áreas de extrema vulnerabilidade social. O objetivo é realizar ações integradas de arrecadação e doação de alimentos, propagação de informações corretas sobre a necessidade da prevenção, combate às “fake news”, fortalecimento dos pequenos negócios e produção de itens de proteção, como máscaras caseiras.

Na primeira semana da iniciativa, os jovens entregaram cestas básicas e kits de higiene, produziram sabonete para pessoas carentes e confeccionaram e doaram máscaras para a BM (Brigada Militar). Ao mesmo tempo, a comunidade da Lomba do Pinheiro (Zona Leste da Capital) recebia cestas básicas e kits de higiene. Uma atenção especial foi dada aos motoristas e cobradores do transporte coletivo.

Já em Viamão (Região Metropolitana), uma parceria com a Uergs (Universidade Estadual do Rio Grande do Sul) possibilitou que o trabalho voluntário se transformasse também em aulas de química. Sob orientação da professora Lúcia Allebrandt da Silva Reis, jovens dos CJs Cruzeiro (Zona Sul de Porto Alegre) e Viamão aprenderam a fazer sabão, sabonete e detergente.

No CJ Rubem Berta (Zona Norte da Capital), a produção de máscaras começou acelerada. A meta é chegar a 2 mil unidades por mês. A primeira doação, de 60 máscaras, foi feita pelos jovens e o secretário Catarina Paladini ao comandante do 20º Batalhão de Polícia Militar, tenente-coronel Fernando Gralha Nunes.

Neste momento, com o avanço da pandemia de coronavírus, a campanha #TodosPelaVida é uma grande mobilização de união e solidariedade desses jovens em prol de suas comunidades. Para conhecer de forma ainda mais detalhada este trabalho, é possível acessar o site www.pod.rs.gov.br e a página do POD na rede social Facebook (www.facebook.com/agorapod).

Manifestações

“Queremos fomentar a cidadania e a solidariedade. Enquanto a pandemia impede que oficinas e cursos aconteçam nos CJs, essa rede criada por eles, tomando todas as precauções, surge como um forte aliado das comunidades para o enfrentamento à Covid-19”, ressalta o titular da SJCDH, Catarina Paladini.

“As pessoas não conseguem trabalhar, ficaram sem rendimento, e muita gente está com dificuldade para obter alimentos”, acrescenta a coordenadora do CJ Lomba do Pinheiro (Zona Leste), Paula de Fátima Moura de Santos. “Queremos ajudar a amenizar isso. Os jovens estão conscientes e dispostos a colaborar.”

“Apesar de ser um ato extremamente simples lavar as mãos com sabão, a gente vê que muitas pessoas não têm acesso a algo tão básico”, destaca a professora Lúcia. “Então, essa é uma oportunidade econômica e simples de dar um retorno efetivo à comunidade.”

“Além da utilidade evidente do material, o carinho que recebemos significa muito, talvez até mais do que o bem em si”, salienta comandante da . Temos uma interação positiva com o POD, e agradeço a atenção recebida, é especial e motivador”, salienta o tenente-coronel Gralha Nunes.

“Desde a sua implantação, os Centros da Juventude do Programa de Oportunidades e Direitos tornaram-se parte indissociável da paisagem de suas comunidades, onde realizam um trabalho socioeducativo que vem transformando a vida de milhares de jovens”, acrescenta o site do governo do Estado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.