O mercado financeiro aumenta a estimativa de crescimento da economia brasileira para 2019 e 2020

FONTE: O SUL

Os economistas do mercado financeiro elevaram mais uma vez suas estimativas para o crescimento da economia em 2019 e 2020.

As projeções constam no boletim de mercado, conhecido como relatório “Focus”, divulgado pelo Banco Central (BC).

De acordo com o documento, a previsão de alta do Produto Interno Bruto (PIB) para 2019 passou de 1,12% para 1,16%. Foi a terceira alta seguida.

Já para 2020, a previsão de crescimento do PIB passou de 2,25% para 2,28%. Foi a sétima semana seguida de alta.

O relatório “Focus” sempre traz o resultado de levantamento com mais de 100 instituições financeiras, feito na semana anterior à divulgação.

Inflação

O mercado também elevou pela sétima semana seguida a previsão de inflação para 2019, que passou de 3,86% para 3,98%. Já a expectativa para 2020 foi mantida em 3,60%.

Apesar da alta, a expectativa de inflação do mercado para 2019 segue abaixo da meta central, de 4,25%, que deve ser perseguida pelo Banco Central. O intervalo de tolerância do sistema de metas varia de 2,75% a 5,75%.

Para o próximo ano, a meta central de inflação é de 4% e terá sido oficialmente cumprida se o IPCA oscilar de 2,5% a 5,5%.

Outras estimativas

Taxa de juros: o mercado manteve em 4,5% ao ano a previsão para a taxa Selic no fim de 2020 – a mesma em vigor atualmente.

Dólar: a projeção do mercado financeiro para a taxa de câmbio no fim de 2019 caiu de R$ 4,15 para R$ 4,10 por dólar. Para o fechamento de 2020, permaneceu em R$ 4,10 por dólar.

Balança comercial: para o saldo da balança comercial (resultado do total de exportações menos as importações), a projeção de superávit para 2019 subiu de US$ 43 bilhões para US$ 43,25 bilhões. Para o ano que vem, a estimativa de superávit subiu de US$ 38,45 bilhões para US$ 39 bilhões.

Investimento estrangeiro: a previsão do relatório para a entrada de investimentos estrangeiros diretos no Brasil, em 2019, subiu de US$ 75,55 bilhões para US$ 76,10 bilhões. Para 2020, a estimativa dos analistas permaneceu em US$ 80 bilhões.

Bovespa

O principal índice da bolsa de valores brasileira, a B3, subiu e fechou a segunda-feira ( 23) em patamar recorde, favorecido pela trajetória positiva dos mercados acionários dos Estados Unidos.

O Ibovespa avançou 0,64%, a 115.863 pontos. Na parcial do mês, a bolsa já subiu 7,05%. Em 2019, acumula alta de 31,83%.

Segundo a agência Reuters, a equipe da Elite Investimentos destacou em nota a clientes que, com a semana mais curta em razão do Natal e a proximidade do fim de 2019, a trajetória dos mercados internacionais tende a refletir o alívio com as recentes notícias do acordo comercial parcial entre China e EUA.

Na Bolsa paulista, eles também citam que os feriados do final do ano reduzem a liquidez dos negócios, com o mercado brasileiro ainda refletindo melhora na perspectiva para a economia do País.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.