TOKYO, JAPAN - JANUARY 21: The Olympic rings are seen outside the New National Stadium in Tokyo on January 21, 2020 in Tokyo, Japan. (Photo by Clive Rose/Getty Images)

Organizadores definem o limite de 10 mil pessoas por evento nos Jogos Olímpicos de Tóquio

FONTE: O SUL
Os organizadores das Olimpíadas 2020 definiram o limite de 10 mil pessoas por evento nos Jogos de Tóquio, desde que o número não exceda 50% da capacidade de cada espaço. A notícia foi divulgada na manhã desta segunda-feira (21) pelo Comitê Organizador Local.

A decisão foi tomada em reunião online entre autoridades. Estiveram presentes o governo japonês, o governo metropolitano de Tóquio, o Comitê Organizador Local, o COI (Comitê Olímpico Internacional) e o Comitê Paralímpico Internacional.

A exceção seria a cerimônia de abertura, no Estádio Nacional, que comporta 68 mil pessoas. A ideia inicial foi liberar cerca de 20 mil pessoas, mas os organizadores ainda estudam cortes, como informou a imprensa local.

De acordo com o comunicado, o uso de máscaras será obrigatório para o público, que será todo formados por residentes do Japão. Na tentativa de transmitir segurança, o presidente do COI, Thomas Bach, projetou a vacinação de ao menos 80% dos atletas que estarão alojados na Vila Olímpica.

Mesmo com o consenso, a presença de público não é garantida. O governo japonês pode impor novas restrições a depender do avanço da epidemia do novo coronavírus no país durante o próximo mês. Por esse motivo, as autoridades adiaram decisão sobre as Paralimpíadas para 16 de julho.

População pessimista

Os organizadores do megaevento esportivo têm sofrido pressão para manter as competições sem espectadores devido à incapacidade de conter a disseminação da Covid-19. Isso ficou claro na última pesquisa de opinião divulgada pelo site Kyodo News. 70% dos entrevistados demonstraram preocupação com a realização dos Jogos.

Entre os japoneses, 40% defendem que o evento aconteça sem a presença de público nos estádios, enquanto 30% pedem que as Olimpíadas sejam canceladas. A apreensão cresce para 86% dos entrevistados caso o torneio acontecesse durante um estado de calamidade em Tóquio. A pesquisa ouviu mais de 2 mil pessoas.

Há dois meses, as autoridades decidiram barrar a entrada de estrangeiros com ingressos para os Jogos de entrar no país.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.