Brasília - O senador Fernando Collor, durante audiência pública na Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional, do Senado, para debater questões ligadas à soberania nacional e aos projetos estratégicos do Exército do Brasil. (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

PGR pede prisão do ex-presidente Fernando Collor

FONTE: O SUL
A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, pediu durante esta quinta-feira (25), a condenação do senador e ex-presidente brasileiro Fernando Collor (PROS-AL). A solicitação foi feita ao Supremo Tribunal Federal (STF), com uma pena de 22 anos, oito meses e 20 dias de prisão na Operação Lava-Jato.

De acordo com a PGR, Collor recebeu R$ 29,95 milhões em propina entre 2010 e 2014. Além da pena, a procuradora também pediu a aplicação de multa de 1400 salários mínimos, em valor igual ao da época em que os supostos crimes foram cometidos.

Segundo delatores ouvidos pelo Ministério Público, o senador recebeu mais de R$ 20 milhões em propina para facilitar contratos da BR Distribuidora, subsidiária da Petrobras. Os supostos pagamentos teriam sido feitos pelo doleiro Alberto Youssef, seu auxiliar, Rafael Ângulo e pelo dono da construtora UTC, Ricardo Pessoa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.