Polícia Federal reprime o comércio ilegal de armas de fogo na Região Norte do Rio Grande do Sul

A PF (Polícia Federal) realizou, na manhã desta quinta-feira (18), a Operação Óplo para desarticular um grupo criminoso investigado por tráfico de armas de fogo e comércio ilegal de armamentos e munições na Região Norte do Rio Grande do Sul.

Os policiais cumpriram nove mandados de busca e apreensão nos municípios de Passo Fundo, Cacique Doble, Ibiaçá, São João da Urtiga, São José do Ouro, Sananduva e Machadinho. Também foram cumpridos três mandados de prisão preventiva nas cidades de Passo Fundo, Cacique Doble e Sananduva.

A investigação começou a partir da prisão em flagrante de um indígena, residente em Cacique Doble, por atos de violência contra policiais da Força Nacional de Segurança.

Com o avanço da apuração, a PF identificou a existência de um grupo criminoso envolvido no comércio ilegal de armas de fogo e munições, com conexões com a região de fronteira do Brasil com o Paraguai, onde parte do armamento seria adquirida para posteriormente abastecer o mercado ilegal da Região Norte do Rio Grande do Sul.

As evidências também indicam que as armas fornecidas pelo grupo foram utilizadas em conflitos indígenas na região. A operação contou com o apoio do 3º Batalhão de Choque da Brigada Militar de Passo Fundo e do Exército Brasileiro.

FONTE: O SUL

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.