Reino Unido decide barrar viajantes do Brasil e de outros 15 países

FONTE: O SUL
O Reino Unido decidiu barrar viajantes oriundos do Brasil, de Portugal e de outros 14 países (Argentina, Bolívia, Cabo Verde, Chile, Colômbia, Equador, Guiana Francesa, Guiana, Panamá, Paraguai, Peru, Suriname, Uruguai e Venezuela) por causa de uma nova variante do coronavírus.

A proibição, anunciada nesta quinta-feira (14) pelo ministro britânico dos Transportes, Grant Shapps, entra em vigor nesta sexta (15).

“Tomei a urgente decisão de proibir as chegadas após a evidência de uma nova variante no Brasil”, disse Shapps em uma rede social. Ele justificou a suspensão de viagens entre Portugal e o Reino Unido por conta de suas “fortes ligações com o Brasil” e disse que é uma forma de “reduzir o risco de importar infecções”. O transporte de mercadorias e produtos essenciais entre os dois países será mantido com uma permissão especial.

A medida não vale para cidadãos britânicos que queiram voltar para casa ou para estrangeiros com permissão de residência no Reino Unido. No entanto, o ministro dos Transportes explicou que todos os viajantes que passarem por esses países deverão fazer um isolamento obrigatório de dez dias.

Variante encontrada no Brasil

Na quarta (13), o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, já havia dito que o país buscava formas de se proteger da “variante brasileira” do coronavírus. Johnson se referiu a uma variante encontrada no Amazonas e que foi registrada em viajantes que passaram pela região e retornaram ao Japão.

Segundo o escritório da Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz) na Amazônia, as amostras detectadas podem ter evoluído de uma linhagem viral que circula na região desde abril do ano passado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.