“Todas as equipes da Defesa Civil estão mobilizadas”, diz governador sobre estragos causados por temporais no RS

FONTE: O SUL

Mais de 1 mil pessoas e 800 residências foram afetadas por chuvas, ventos fortes e queda de granizo nas últimas 48 horas no Rio Grande do Sul. Iraí, Cacique Doble, Barracão, Vacaria e Capão Bonito do Sul foram alguns dos municípios mais atingidos.

Em uma transmissão ao vivo pelas redes sociais nesta quarta-feira (1º), o governador Eduardo Leite e o coordenador da Defesa Civil e chefe da Casa Militar, coronel Júlio César Rocha Lopes, falaram sobre os danos provocados pelo chamado ciclone-bomba que atingiu o Rio Grande do Sul.

“Estamos atuando, monitorando e acompanhando a situação para reduzir os transtornos causados à população em decorrência do ciclone. Todas as equipes da Defesa Civil estão mobilizadas e, além disso, a CEEE trabalha no restabelecimento da energia elétrica e o Daer [Departamento Autônomo de Estradas e Rodagem] faz as intervenções necessárias onde há interrupção de rodovias”, destacou o governador.

Segundo a Defesa Civil, pelo menos 19 municípios registraram danos devido ao evento climático. O Estado tem 1.119 desalojados – a maioria das pessoas está em Vacaria e em Capão Bonito do Sul – e 921 danos em edificações.

Na terça-feira (30), a Defesa Civil Estadual enviou 3 mil metros quadrados de lonas para Iraí, depois de um temporal ter causado danos em 300 residências. A Coordenadoria Regional de Defesa Civil também auxilia autoridades locais no levantamento dos estragos.

“Estamos em alerta total. Todo o nosso efetivo está no terreno, fazendo levantamento de danos e dando todo o suporte às prefeituras. Felizmente, o alerta que emitimos na segunda-feira minimizou os danos, visto que várias cidades da região Norte estavam avisadas”, disse o coronel Rocha.

Em Vacaria, o vendaval deixou pelo menos 520 pessoas desalojadas e 130 casas danificadas. No município de Cacique Doble, foi registrado o destelhamento de 150 casas, danos em estruturas de três empresas e queda de árvores em diversas estradas vicinais.

Em Capão Bonito do Sul, a tempestade deixou 400 pessoas desalojadas e cem residências danificadas. Na cidade de Barracão, o hospital municipal ficou parcialmente destelhado e cem residências foram afetadas pelos ventos.

Situação dos rios

O monitorando hidrológico indica que os principais rios do Estado seguem em elevação, com destaque para as bacias do Ijuí, Taquari-Antas, Caí, Sinos e Gravataí. Na bacia do Caí, o rio segue em elevação em Barca do Caí e Passo do Montenegro e acima dos limiares de inundação, principalmente em São Sebastião do Caí.

Na bacia do Taquari-Antas, o nível do rio das Antas já está em declínio, porém o rio Taquari segue em elevação nos pontos mais a jusante da bacia e acima das cotas de inundação em Estrela.

Os rios Ijuí e Gravataí devem seguir em elevação até esta quinta-feira (02). O rio do Sinos já se encontra acima dos limiares de inundação, principalmente nas proximidades de Campo Bom.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.