Turismo no Rio Grande do Sul: governo busca promover o setor para além da Serra Gaúcha

FONTE: O SUL

Recebendo aproximadamente nove milhões de visitantes ao ano, Gramado e Canela são uns dos principais destinos de turistas de todo o Brasil, e até mesmo estrangeiros. Durante o inverno, toda a Serra Gaúcha vira uma opção para quem deseja aproveitar o frio, conhecer parques temáticos e viver novas experiências, sejam elas de aventura ou gastronômicas. Na região, mais de 80% do Produto Interno Bruto (PIB) é gerado pelo turismo. Contudo, o governo do Rio Grande do Sul tem buscado promover outros atrativos regionais, com o objetivo de estimular o setor, um dos mais afetados pela pandemia de Covid-19, em todo o estado.

Através do programa Avançar, foram destinados cerca de R$ 200 milhões para 139 projetos em convênio com 134 municípios, com o objetivo de prover infraestrutura turística e revitalizações, além do desenvolvimento do turismo regional. As demandas vão desde pórticos, orlas e praças até a construção de prédios e pavimentações asfálticas que conectam roteiros e atividades turísticas.

Estimular a vinda de turistas de fora do Brasil também é uma das ações estratégicas, segundo o secretário estadual de Turismo, Raphael Ayub. “Temos participado de eventos fora do estado e também do país para divulgar as nossas potencialidades, principalmente aos nossos vizinhos Argentina e Uruguai. Em setembro, temos o plano de lançar um acordo binacional com o Uruguai para fomentar esse intercâmbio de turistas”, comentou.

Ayub ainda revelou um projeto focado no Litoral Norte e na Costa Doce gaúcha, que será oficialmente apresentado por volta da primeira quinzena de julho. O propósito da iniciativa é chamar a atenção dos turistas para as duas regiões na temporada de verão, planejando uma programação especial nos municípios com faixa de areia. Próximas ao pé da Serra, cidades como Morrinhos do Sul, Mampituba e Três Cachoeiras também estão no planejamento, na tentativa de explorar o potencial do turismo rural, voltado à natureza.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.