Restos de um avião pertencente à Ukraine International Airlines, que caiu após decolar do aeroporto Imam Khomeini no Irã, são vistos nos arredores de Teerã, no dia 8 de janeiro de 2020. Nazanin Tabatabaee / WANA (Agência de Notícias da Ásia Ocidental) via REUTERS

Ucrânia não descarta ataque com míssil russo a avião que caiu no Irã

FONTE: O SUL

O governo ucraniano não descarta a hipótese de o avião que caiu na quarta-feira (08) em Teerã, capital iraniana, com 176 pessoas a bordo ter sido atingido por um míssil russo.

Autoridades disseram que estão analisando vários cenários, como um ataque terrorista, a explosão do motor ou a possibilidade de o Boeing ter sido alvo de um míssil antiaéreo. Os investigadores ucranianos pretendem fazer buscas no local da queda do aparelho à procura de destroços de um míssil.

O secretário de Segurança da Ucrânia, Oleksi Danylov, informou que participam do inquérito peritos que estiveram envolvidos na investigação da queda do voo MH17, da companhia aérea da Malásia, avião que foi abatido em 2014 por um míssil terra-ar disparado por separatistas russos em território ucraniano. O desastre provocou a morte de 298 pessoas.

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, decretou luto nacional em homenagem às 176 pessoas mortas no Irã. Ele prometeu apurar “toda a verdade” sobre a tragédia. “É uma prioridade para a Ucrânia estabelecer as causas”, declarou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.