Porto Alegre, RS - 11/04/2021: Vacinação contra Covid-19 de idosos com mais de 63 anos na Unidade móvel da saúde, no estacionamento do supermercado Brunetto, em frente à US Chácara da Fumaça, no bairro Mário Quintana. Foto: Luize Baini/SMS PMPA

Porto Alegre vacina profissionais da saúde, idosos com mais de 60 anos e pessoas com comorbidades na Esplanada da Restinga neste domingo

FONTE: O SUL

Neste domingo (23) haverá vacinação na unidade móvel da SMS (Secretaria Municipal da Saúde), que estará na Esplanada da Restinga, Zona Sul de Porto Alegre. Estará disponível para a comunidade a primeira e segunda dose da AstraZeneca e a dose 2 da Coronavac. Profissionais da saúde, idosos com mais de 60 anos e pessoas com comorbidades estão aptos a receber o medicamento.

O atendimento acontece das 9h às 15h e vai aplicar a primeira e segunda dose da AstraZeneca/Oxford e a dose 2 da Coronavac/Butantan.

O público para dose 2 da vacina Coronavac são pessoas que receberam a primeira dose antes do dia 4 de abril e os idosos com mais de 60 anos. A vacina AstraZeneca está disponível para pessoas com deficiência com 59 anos ou mais, idosos com 60 anos ou mais, profissionais da saúde, trabalhadores de apoio de serviços de saúde, profissionais da segurança, pessoas com 18 anos ou mais com comorbidades, pessoas com deficiência cadastradas no Programa Benefício de Prestação Continuada, com Síndrome de Down e aquelas vivendo com HIV/Aids. A segunda dose é destinada a pessoas que tomaram a dose 1 há mais de 12 semanas.

Para receber a segunda dose das vacinas, é necessário apresentar documento de identidade com CPF e cartão de vacinação recebido no ato da primeira dose. Para a dose 1, além do documento com foto e comprovante de residência, são requeridos documentos comprobatórios da condição.

Vacinação neste domingo (23)

Locais para tomar a segunda dose da Coronavac

Onde: Unidade Móvel da SMS
Horário: das 9h às 15h
Público: 60 anos ou mais e imunizados até 4 de abril
Endereço: Esplanada da Restinga, em frente à Escola de Samba EM da Restinga.

Locais para Dose 1 e 2 da vacina AstraZeneca/Oxford

Onde: Unidade Móvel da SMS
Horário: das 9h às 15h
Público: Dose 1 – pessoas com deficiência permanente com 59 anos ou mais, com comorbidades com 18 anos ou mais, pessoas com deficiência cadastradas no Programa de Benefício de Prestação Continuada (BPC) a partir de 18 anos, pessoas com Síndrome de Down e aquelas vivendo com HIV/Aids a partir dos 18 anos e idosos com 60 anos ou mais.
Dose 2 – Pessoas vacinadas com dose 1 há mais de 12 semanas.
Endereço: Esplanada da Restinga, em frente à Escola de Samba EM da Restinga.

Comorbidades elencadas pelo Ministério da Saúde

– Diabetes
– Pneumopatias crônicas graves (ex.: asma grave)
– Hipertensão arterial, de acordo com parâmetros estabelecidos pelo Ministério da Saúde, que incluem estágio da doença e uso contínuo de medicamentos
– Doenças cardiovasculares (ex.: insuficiência cardíaca, hipertensão pulmonar, síndromes coronarianas, arritmias cardíacas, cardiopatias congênitas, dispositivos cardíacos implantados)
– Doença cerebrovascular (ex.: AVC)
– Doença renal crônica
– Imunossuprimidos (ex.: transplantados, pessoas com HIV, pacientes oncológicos em tratamento)
– Hemoglobinopatias graves
– Obesidade mórbida, com IMC acima de 40
– Cirrose hepática

Documentos obrigatórios

Para todos os grupos: apresentar documento de identidade oficial, com CPF e foto, comprovante de residência ou de trabalho em Porto Alegre.

Para pessoas com comorbidades: atestado médico, laudo médico, prescrição de medicamentos de uso contínuo de acordo com o agravo.

Profissional da saúde: original e cópia (que ficará retida).
– Autodeclaração

Trabalhador de apoio de serviços de saúde: original e cópia (que ficará retida)
– Cópia do vínculo empregatício (carteira ou contrato de trabalho vigente com o serviço de saúde).
– Cópia da ficha Cnes ou do Alvará de Saúde do serviço de saúde onde realiza o trabalho de apoio.
– Declaração de vínculo do trabalhador de apoio ao serviço de saúde.

Pessoas com deficiência (PCD) – Apresentar documento que comprove a deficiência, que pode ser cartão de transporte público especial ou cartão de estacionamento para PCD, além de laudo médico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.