Vacinas da Janssen serão distribuídas nesta segunda no Rio Grande do Sul

FONTE: O SUL

Em três voos que chegaram a Porto Alegre no sábado (3), o Rio Grande do Sul recebeu do Ministério da Saúde mais de 526 mil unidades de doses de vacinas contra a covid-19. As 202.850 doses da vacina contra a Covid-19 da Janssen que chegaram ao Estado neste sábado serão distribuídas às 18 CRS (Coordenadorias Regionais de Saúde) nesta segunda-feira (5). O avião com o carregamento, vindo de Guarulhos (SP), pousou no aeroporto de Porto Alegre às 14h10min.

A definição sobre a distribuição foi pactuada entre gestores estaduais e municipais em reunião extraordinária e virtual da Comissão Intergestores Bipartite (CIB) na manhã deste sábado, para dar agilidade à entrega das vacinas à população gaúcha.

A distribuição será realizada juntamente com a remessa de Pfizer (136.890 doses), que chegou a Porto Alegre em avião que pousou à 0h10min de sábado. Cada CRS deverá buscar os imunizantes na Central Estadual de Armazenamento e Distribuição de Imunobiológicos (Ceadi), na capital.

As 186.750 doses da Astrazeneca que chegaram em um avião que pousou às 19h10min de sábado não deverão ser distribuídas de imediato, uma vez que estão reservadas para a aplicação da segunda dose.

O total enviado pelo Ministério da Saúde no sábado em três voos – desde a madrugada até o início da noite – somou 526.490 vacinas contra a covid-19.

Até a noite de sexta-feira (2), o Rio Grande do Sul já vacinou com pelo menos a primeira dose 54,4% de toda a população acima de 18 anos, e 21,7% está com o esquema vacinal completo, sendo um dos Estados brasileiros que mais aplicou a vacina contra a covid-19.

140 milhões de doses

O Ministério da Saúde informou que ultrapassou a marca de 140 milhões de doses de vacinas entregues aos estados e municípios. A marca foi atingida na sexta-feira (2) e segundo o governo “demonstra o avanço do PNI (Programa Nacional de Imunizações) na missão de imunizar todos os brasileiros com mais de 18 anos”.

“A maior fornecedora de vacinas para o ministério é a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), que fabrica o imunizante desenvolvido pelo laboratório AstraZeneca em parceria com a Universidade de Oxford. Já são mais de 71,1 milhões de doses entregues, fruto da parceria entre a entidade vinculada ao Ministério da Saúde e a farmacêutica britânica. O PNI também recebeu as vacinas Coronavac, do Instituto Butantan, da empresa Pfizer/Biontech e da Janssen”, afirma a pasta.

Com quase 104 milhões de doses aplicadas nos braços da população, o Brasil atingiu na semana que passou um percentual de 47% da população vacinada com ao menos uma dose de imunizante contra a covid-19, o que representa aproximadamente 76 milhões de brasileiros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.