Governador diz que a data do retorno das aulas presenciais nas escolas gaúchas ainda está indefinida

FONTE: O SUL
Em transmissão pela internet na tarde desta segunda-feira (15), o governador Eduardo Leite disse que não haverá o retorno automático das aulas presenciais nas escolas públicas e privadas do Rio Grande do Sul no dia 1º de julho, como estava previsto em um plano apresentado pelo Executivo em maio.

Por tempo indeterminado, as atividades escolares permanecem remotas devido à pandemia de coronavírus. Segundo Leite, o tema, que é de grande interesse da população, segue sendo discutido pelo governo nos próximos dias com base na recente mudança para a bandeira vermelha em algumas regiões do Estado no modelo de Distanciamento Controlado.

Nesta segunda-feira, foram autorizados a retomar as atividades presenciais as disciplinas práticas e estágios curriculares de graduação, pós-graduação e cursos técnicos, bem como os cursos livres, em localidades com bandeiras amarela e laranja.

Em relação às reclamações de prefeitos de cidades que foram classificadas na bandeira vermelha na última atualização do modelo de Distanciamento Controlado, Leite disse: “Não negociamos com a vida, não negociamos com a saúde da população”.

O governador garantiu que dialogará com esses gestores. “Fiquem tranquilos, o diálogo é uma marca deste governo”, afirmou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.