Um de cada dois gaúchos aptos à vacinação contra o coronavírus já recebeu a primeira dose

FONTE: O SUL

Até o início da noite desta segunda-feira (28), mais de 4,53 milhões de habitantes do Estado já haviam recebido a primeira dose de vacina contra o que coronavírus, o que representa 72,9% do grupo prioritário (5,25 milhões de gaúchos), 50,8% dos indivíduos vacináveis (8,95 milhões de adultos em geral) e 40,2% da população geral (11,3 milhões) dos 497 municípios.

A segunda dose do imunizante, por sua vez, contempla até agora cerca de 1,8 milhão. De acordo com a base de dados da Secretaria Estadual da Saúde, isso representa 34,6% do grupo prioritário, 20,3% dos indivíduos vacináveis e 16,1% da população geral do Rio Grande do Sul.

Já com a vacina da Janssen (braço farmacêutico da norte-americana Johnson % Johnson), foram aplicadas desde o sábado (26) ao menos 18.041 injeções. O imunizante é contabilizado de acordo com uma estatística diferente, pois tem por base somente uma aplicação, diferente dos demais fármacos utilizados no País.

Os dados constam na plataforma oficial de monitoramento vacina.saude.rs.gov.br, que traz essas e outras informações detalhadas da campanha, iniciada no Rio Grande do Sul em 19 de janeiro. Do ponto-de-vista técnico, considera-se como imunizado quem recebeu a dose única da Janssen ou as duas injeções de Coronavac, Oxford ou Pfizer.

Predomínio em primeira e segunda dose

Quanto à abrangência nos procedimentos de primeira dose, o predomínio estadual é do imunizante de Oxford-Astrazeneca (55,6%), seguido pela Coronavac-Butantan (36%) e Pfizer-Comirnaty (8,4%). Já no que se refere à segunda injeção, ainda prevalece a Coronavac (83,1%), tendo na vice-liderança a Oxford (14,9%) e em terceiro lugar a Pfizer (2%).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.